Pedidos

Foi quando teus dedos embaraçaram nos botões da minha blusa que percebi que eu estava completamente às avessas. Por uma fração de segundo vislumbrei o pânico, mas teu hálito quente soprando brisa em meu pescoço varreu qualquer linearidade de pensamento. Me contorci por debaixo do teu corpo, sentindo você tatear com violência as brechas da […]

Continue lendo →

Continua, menina

Não te desespera, menina. E nem tenha pressa, que a vida é caminho de imensidão e escolha em encruzilhada, é horizonte a se perder de vista e desencontro de estrada. No meio de tanto chão, até a dor tem o seu trecho. Se a sola do sapato não aguentar, caminha descalça mesmo. Desenha teus passos […]

Continue lendo →