Dessa vez

Você não voltou, como das outras vezes. Atirei todas aquelas palavras duras feito pedras e encarei ousada  os seus olhos de vidro estilhaçado. Alguns cacos rebateram direto em meu peito, mas contive a dor e aguardei a porta se fechar para chorar silenciosa. Prendi a respiração até o som dos seus passos virar a esquina. […]

Continue lendo →

Sobre histórias com H

Vez por outra fico me indagando sobre como começam as histórias. Parece tolice, mas isso me fascina. Deuses, destinos, acasos, coincidências, escolhas, propósitos, providências divinas, um esbarrão na rua – respostas não faltam. Eu sempre prefiro o mistério de não me decidir ao certo em qual delas assinalo, apenas as que elimino. Os amores que […]

Continue lendo →

Últimas palavras

A manhã nasceu sussurrando tristemente o anúncio do seu presságio.  O vento frio entrou pelas brechas da janela e gelou seu coração. Titubeou por um momento, mas se conteve e fez de conta que ainda dormia. Naquele dia, seria preciso escolher cuidadosamente todas as palavras que daria vida em seus lábios. Com a mesma certeza […]

Continue lendo →