Tudo velho de novo

Não houve mudança alguma após a queima de fogos. A vida continuou igual– o expediente retornou em alguns dias, a pilha de livros intocados ainda descansa sobre a prateleira e a roupa suja não deixou o cesto. Soletrar a contagem regressiva não soou como uma fórmula mágica. E quando o coro empolgado chegou ao 1, […]

Continue lendo →

Vermelho Intenso

Andava com os mesmos passos descompassados da meninice, na mesma calçada, voltando do mesmo local de trabalho desde que era estudante. O horário era o mesmo, com os últimos raios do mesmo sol alaranjando o horizonte, num anúncio de despedida. Eu era a mesma, sempre. A mesma casa, os mesmos amigos, o mesmo cardápio e […]

Continue lendo →