Tudo velho de novo

Não houve mudança alguma após a queima de fogos. A vida continuou igual– o expediente retornou em alguns dias, a pilha de livros intocados ainda descansa sobre a prateleira e a roupa suja não deixou o cesto. Soletrar a contagem regressiva não soou como uma fórmula mágica. E quando o coro empolgado chegou ao 1, […]

Continue lendo →

Imperativos

Inspire. Expire. Respire. Puxe todo o ar que conseguir e saboreie: viver é uma delícia. O calor, o frio, o arrepio: viva tudo o que puder.  Do inverno à primavera, os dias estão a sua espera, sedentos.  Doe-se às experiências. Doa-se o resto. Um beijo, um abraço, um riso, uma viagem, um plano, uma vodka, […]

Continue lendo →