Diálogos com Seu Moço IX

Palavra não dita é sabedoria. Palavra de gentileza diz bom dia. Tem palavra que no escuro é vela acesa, e palavra que de tão clara vira certeza. Palavra bonita nem sempre põe mesa, palavra que desnuda a alma é quem alimenta o coração. Tem palavra que anda na contramão. Palavra atropelada causa acidente, palavra engasgada mata muita gente, palavra se regenera pra gritar o que antes não disse. Tem palavra que a gente engole e vira gastrite, tem palavra que bole na lembrança, tem palavra que nos lábios dança e quando a gente percebe já coreografou denúncia.

Renúncia é a palavra jogada ao vento, remorso é a palavra sem pensamento, soluço é a palavra que para no meio da subida. Tem palavra que sopra tempestade no estômago e palavra que abre ferida. Tem palavra que nos tenta, e também que sustenta. Tem palavra com hálito de menta, tem palavra que faz carnaval, tem palavra com hábito de saudade, tem palavra entendida mal, tem palavra onde a gente queria construir uma casa e morar ali até o final.

Amor pronuncia palavra com os olhos, cuidado tece palavra com as mãos, cumplicidade diz palavra em silêncio. Tem palavra que dura um milênio e palavra que se cala antes de sair de lá do fundo. Tem palavra onde cabe o mundo e palavra que não sabe traduzir o que há aqui dentro. Tem palavra que faz remédio e remendo, tem palavra sem jus e sem jeito, tem palavra com pus dentro do peito esperando um curativo. Tem palavra que nos faz cativo e palavra que nos torna livre.

Livro é um reino de palavra em marcha. Poesia é um céu de palavra com asa. Palavra em brasa marca a vida e foge ao tempo. Palavra passeia entre razão e coração. Tem palavra na gaveta e palavra no porão. Tem palavra que é provação e palavra que é presente. Dita na hora certa, palavra é consciência leve. Sinceridade é palavra entregue. Tem palavra que nasce muda e palavra que tanto diz que tudo muda. Tem palavra que pensamos como teria sido o destino caso tivéssemos deixado a voz ter lhe alcançado. Me conta, Seu Moço, que palavras tu tens guardado?

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *